Será o “FIM da PROPAGAÇÃO?”

0

Os cientistas estão preocupados com o comportamento da propagação de rádio, já que o sol vem diminuindo seu atual ciclo de manchas solares. Estamos a caminho de um ciclo muito intenso de atividade solar, ou o início de uma ausência de manchas solares?

Por mais de um século, os cientistas examinaram as formas de dezenas de ciclos individuais de manchas solares para coletar características que poderiam ser usadas para prever o comportamento dos próximos ciclos. Basicamente, sabemos que 11 anos é uma média e alguns ciclos são tão curtos quanto 9 anos, enquanto outros ciclos podem durar até 14 anos. O número de manchas solares durante o ano de pico, chamado de “máxima”, pode variar de 50 à até 260 manchas. A velocidade com que os números de manchas solares chegam ao máximo pode ser de até 80 meses para ciclos mais fracos de manchas solares e até 40 meses para os ciclos mais fortes. Todos esses recursos, e muitas outras regras estatísticas, levam a esquemas preditivos de um tipo ou outro, mas geralmente não produzem previsões precisas e detalhadas do próximo ciclo de manchas solares.

O atual Ciclo 24 está programado para fechar em cerca de 11 anos após o mínimo anterior de manchas solares, que foi em janeiro de 2008. Isto acontecerá em meados em 2019. Entramos no período mínimo do ciclo 24 em 2016 porque em fevereiro e junho, já tivemos dois dias livres de manchas. Como o número de dias sem manchas continua a aumentar em 2017-2018, começaremos a ver as novas manchas solares do Ciclo 25 aparecerem no final de 2019. O máximo de manchas solares provavelmente ocorrerá em 2024, com a maioria das previsões prevendo cerca de metade das manchas solares do ciclo 24.

Outra má notícia é que alguns estudos mostram que as forças do campo magnético das manchas solares vêm declinando desde o ano 2000 e já estão próximas do mínimo necessário para sustentar as manchas solares na superfície solar. Isto também é apoiado por um trabalho independente em 2015 publicado na revista Nature. No ciclo 25 ou 26, os campos magnéticos podem ser muito fracos para perfurar a superfície solar e formar manchas solares reconhecíveis, talvez confirmando o fim do fenômeno do ciclo de manchas solares, e o início de outro período de resfriamento mínimo (Mínimo de Maunder) talvez até 2100.

Mas a boa notícia parece ser que nenhuma das previsões atuais sugere que o ciclo 25 estará totalmente ausente de manchas. Algumas previsões ainda oferecem alguma esperança de que haverá um máximo de manchas solares igual ou maior que o ciclo 24.

Em qualquer caso, a previsão do ciclo solar será um desafio crescente nos próximos anos, à medida que os cientistas buscam o Santo Graal para criar uma teoria confiável de por que o sol tem esses ciclos!


Tradução e adaptação livre (by PY5XH) de um texto do Dr. Sten Odenwald
Astronomer, NASA Heliophysics Education Consortium

Share.

About Author

Aos 14 anos mudamos para Belém-PA onde em 1995 conheci o Radioamadorismo ao participar de uma Feirinha na Labre e não deu outra. Sou da turma do Dx, Contestes, Expedições e adoro CW. Hoje, mesmo sem estação em casa, o RF insiste em não me deixar, por isso alimento essa fonte através deste Blog com conteúdos sobre nosso maravilhoso Hoby. Obrigado pela visita. 73's, Dan

Deixe um comentário